quarta-feira, 18 de junho de 2008

WANTED

WANTED é uma mini-série de 6 comics editados pela Top Cow, é considerada um complemento à série “The Authority” (Warren Ellis e Mark Millar) e que é pressuposta ter uma premissa de Watchmen.
Em WANTED, Mark Millar – brilhante e muito controverso – traz-nos um Mundo habitado por Super-Vilões, os quais, após se terem organizado, acabaram com todos os Super-Heróis, dominado por cinco crime-lords e a sua fraternidade que tudo pode contra quem quer que seja e que viajam entre os vários Mundos paralelos saqueando quase que impunemente. O personagem principal é um jovem inadaptado e muito otário de 24 anos, Wesley Gibson, que descobre que o seu pai era um dos mais perigosos Super-Vilões à face do Planeta (Killer) e que lhe deixou como herança uma considerável fortuna; para poder ter direito a herdar, o jovem Wesley tem que aprender a ser como o seu Pai.
O Mark Millar, um Escocês (gozado pelos seus pares como forreta, fazendo jus à fama que acompanha os seus compatriotas – que eu considero serem bem generosos) com 38 anos e com demasiados créditos nos Comics para aqui serem referidos – abro excepção ao mega acontecimento Civil War – criou para esta sua série os assassinos “ultimate” (Pai e filho). Com arte do J.G. Jones este WANTED é uma leitura fácil mas um bocadinho perturbante devido à violência gratuita e pouco fundamentada dos seus personagens; isto é, embora sejam realmente todos Super-Vilões, o Mark tenta justificar o porquê da malvadez dos mesmos e aí perde em toda a linha, pois os pressupostos são fracos. No entanto, e no geral, a série é muito boa e constitui entretenimento garantido.
Tal foi o sucesso que, na senda aberta pelo recentemente e com muito sucesso estreado Iron-Man, a adaptação cinematográfica da mini-série estará muito brevemente a ser também estreada nas salas de um qualquer cinema perto de si (veremos se terá sucesso). O seu elenco é constituído por alguma estrelas do firmamento de Hollywood, entre elas a deliciosa Angelina Jolie (Fox), o oscarizado Morgan Freeman (Solomon) e James McAvoy na pele do protagonista, portanto poderemos contar com alguma qualidade; a realização está ao cargo do Russo Timur Bekmambetov, pouco conhecido, de onde apenas se poderá destacar os filmes “Night Watch”/”Day Watch”.
A ultima edição da série – “WANTED, Assassin’s edition” – para além dos seis comics compilados em hardcover, dá-nos uma série de entrevistas, esboços, “deleted scenes” e estudos dos personagens, capas alternativas e uma dust-cover que no reverso tem um maravilhoso desenho da bela e depravada Fox.
Não é uma série para meninos!

11 comentários:

crucios disse...

uma das melhores series que já li ou n fosse Millar :) a assassin's edition é limitada? eu queria mas agora n posso...

crucios disse...

uma das melhores series que já li ou n fosse Millar :) a assassin's edition é limitada? eu queria mas agora n posso...

refemdabd disse...

Não te sei dizer se é realmente limitada! Pois esse pessoal quer é fazer guito, e com o filme aí é bem provável que não o seja! Mas posso-te dizer que cada vez que é colocada na Amazon.com, ou noutra, depressa esgota. A Assassin's Edition é uma edição de luxo e é um género de Director's Cut cheinha de material extra.

Bongop disse...

Esse é um grande livro, e espero que dê um grande filme !
Bem escolhido Pedro... agora já não vou fazer esse post :P

refemdabd disse...

hehehe!!!Temos que criar um plano editorial para os nossos posts, pois estou a ver que as nossas leituras são muito similares (embora eu raramente compre mainstream DC). Claro que é muito mais produtivo nessa matéria. Ultimamante andava a redigir um texto sobre o Eisner; quando dei por mim já tinha um texto tão extenso como o da MAD. Quando li o teu post, respirei de alívio pois já me estava a ver a dar mais uma grande seca logo a seguir à da MAD. Tenho que aprender a ser mais sucinto! Já o Crucios postou o Manara e eu que me preparava para postar sobre o Erotismo fiquei naquela...bem, o pessoal vai ficar a pensar que eu não posso mesmo ver nada! Esta do Erotismo fica, por enquanto, guardada na gaveta (mas vou postar).
Não tenho muita fé neste filme...a ver!

crucios disse...

por mim podes postar já :) eu tenho fé... penso que pode ser bom, a newsarama partilha a minha opiniao

looT disse...

Erotismo nunca é de mais força aí a postar ;)

Sobre Wanted, achei muito divertido e gostei particularmente das referências ao universo DC, como a cena em que o vilão baseado no joker (não me recordo o nome) mata um casal e deixa o filho vivo dizendo algo do género: "pode ser que ele cresça e se torna um inimigo à altura", fantástico.

Acho que o filme vai ter de ser bastante alterado para fazer mais sentido no cinema e pelo trailer acho que dá para ver que foi. Espero que seja entretenimento do melhor nível, vamos a ver.

Abraço

refemdabd disse...

É LÁ, pessoal da taradice...he-he-he!!! Então, a pedido de muitas famílias, vou pegar no material (gostaram do trocadalho?!) e começar a redigir a coisa.

É exactamente aí que eu começo a desconfiar do filme, nas alusões aos heróis da DC e Marvel (se bem que neste caso só me recordo de ver o Magneto e o Jugernaut de costas!). Foi umas das coisas que mais gostei de ver na série, essa alusão ao Batman; a capa do Super-Homem e figura do mesmo numa cadeira de rodas (se bem que aqui, mesmo sabendo que foi propositadamente uma vénia ao Christopher Reeve, acho que não caiu muito bem!); quer dizer...será que se vão dar ao trabalho de mostrar todas, ou algumas, dessas referências? É porque se não o fizerem não passará de mais um filme shoot'em up com um bad ass psicótico como protagonista.

looT disse...

Acho que não vão mostrar nenhuma dessas cenas, mas agora que falas nisso talvez metam algumas mais subtis para os conhecedores da BD, mas duvido.

Acho que vai ser uma adaptação muito diferente do livro, provavelmente sem super seres, apenas mantendo o dom do protagonista em acertar em tudo.
Mas por ir noutro caminho não quer dizer que vá ser mau, logo descobriremos ;)

Bongop disse...

Afinal decidi fazer um mini post sobre o Wanted :P

refemdabd disse...

Nhica-se, pareces aquele tipo, o Refém: Não pode ver nada! LOL!
;-)