sábado, 10 de maio de 2008

DETECTIVE COMICS

A Detective Comics não precisa de grandes apresentações para nós, apreciadores de comics, mas queria fazer aqui uma homenagem a uma das primeiras revistas deste género, que vingou de tal maneira que ainda hoje é publicada, sendo a mais antiga publicação do género com 844 números em 7 de Maio de 2008.
A Detective Comics é, pois claro, uma revista de Super-Heróis em Banda-Desenhada Norte Americana – a este género de revistas dá-se o nome de Comics – editada pela DC Comics que é uma das principais editoras do género nos EUA. A DC Comics é subsidiária da Warner Bros. Entertainment, do Grupo Time Warner, desde 1969. A DC Comics foi fundada em 1934 como National Allied Publications pelo histórico Malcolm Wheeler-Nicholson. O nome DC foi adoptado devido ao seu principal título, a revista que aqui me trouxe, Detective Comics.
Ao longo de várias décadas fez a felicidade da criançada, público alvo das suas publicações, e o terror dos seus Pais, que achavam que só traziam más influências aos seus susceptíveis rebentos. Primeiramente como comic antologista, foi a terceira publicação periódica da editora de Malcolm Wheeler. Endividado, MW foi obrigado a fazer seu sócio o dono da Distribuidora das suas publicações e por sua vez o contabilista deste último também, tendo então sido criada a Detective Comics, Inc. (DC); tudo isto para que MW pudesse saldar as suas dívidas e seguir com a sua paixão. Um ano depois MW foi forçado a sair.
O primeiro número foi para as bancas em Março de 1937 e incluía estórias no género “hard-boiled detective”(para quem não associa o género, aconselho a leitura do título editado pela Meribérica, Hard Boiled do fantástico Frank Miller e desenho do Geof Darrow). Este género era extremamente popular e pode-se ver isso nas capas dos primeiros números da publicação que ilustravam detectives. Também para quem já leu os saudosos Mundo de Aventuras, lembrar-se-á de heróis da altura como Dick Tracy ou mesmo Spirit (num outro tom). A Detective Comics número um estreava-se com um vilão, Ching-Lung (não, não é o Ling-Chung!) que era o arquétipo do Chinês amarelo malvado ao estilo Fu-Manchu; também Samuel Emerson “Slam” Bradley, que por sua vez fazia o estilo dos detectives caracterizados pelos filmes noir da época: barba-rija, cigarros, wiskey ou bourbon puro e beautifull dames. Este detective foi criação dos futuramente célebres Jerry Siegel e Joe Shuster (quem serão?!). Também debutava Cyrill “Speed” Saunders, mais um detective, mas este era um aventureiro; a personagem actual Hawkgirl é sua neta! Estes são os que merecem destaque, mas a revista trazia mais personagens. A capa é da autoria do Vin Sullivan, primeiro editor da revista.
O sucesso desta revista abriu as portas a um admirável mundo novo dos Comics.


Em Abril de 1938 surgia a Action Comics número um (a data na capa era Junho; já nesse tempo tinham essa mania!), com o Homem de Ferro (não, não é o Tony) na sua capa a erguer um automóvel. Este personagem merece um post só dele, devido à rica história sobre a sua criação (sabiam que o original era um homenzinho telepata careca e louco que lavrava a destruição pela humanidade?!). Seja como for, a Action Comics ainda hoje existe com mais de 850 números publicados. Quanto ao Super-Homem, o seu primeiro herói, teve direito a uma publicação só sua em 1939, mas isso é outra história…
Um apontamento: Foi oferecido por este Comic, em estado de conservação NM (Near Mint), o valor de 1.380.000 Dólares...é verdade, tudo isso! Não são conhecidos exemplares nesse estado (9.4 CGC). Existem cinco cópias em VG (CGC 4.0) e apenas uma em VF+ (CGC 8.5)! Em meados dos anos 90 foram vendidas duas cópias VG por 150.000 dólares; hoje estão avaliadas em 500.000 dólares cada um!


Detective Comics famosas:

Número 27 (Maio de 1939): foi a “first appearence” do Batman, que se chamava originalmente “The Bat-Man”, da autoria do escritor Bill Finger e do artista Bob Kane, pese o injusto facto de só ao Bob Kane serem dados créditos pela autoria.


Número 38 (Abril 1940): first appearence do Robin, sidekick do Batman. As vendas aumentaram exponencialmente ao aproximar os leitores alvos deste novo herói. Mais tarde o grande Stan “The man” Lee, em plena crise dos comics, não foi nada burro e adoptou a mesma estratégia para lançar o seu Homem-Aranha. Também é de referir que a esta era, que se caracterizou pelos novos heróis e respectivos sidekiks (Captain America e Bucky, os mais famosos a par dos referidos supra), é chamada Golden Age (Coleccionem Golden Age comics).


Número 225 (Novembro de 1955): first appearence do J’onn J’onzz, mais conhecido por Martian Manhunter, que dispensa mais apresentações.


Finalmente, nos finais dos anos 70 e inícios dos 80, a revista adoptou o formato expandido na publicação “Batman Family” e adicionou estórias de outros personagens, que não o Batman, a solo. Refira-se, em especial, a maravilhosa antologia “Tales of Gotham City” que nos trazia estórias das pessoas comuns de Gotham. Isto porque a “Batman Family” ultrapassou em vendas a Detective Comics e foi necessário dar um “empurrão” a esta última, para evitar o fantasma do cancelamento da publicação. Outra estratégia utilizada foi a criação dos (malditos) crossovers entre as duas revistas que terminavam cada respectivo número com os também famosos cliffhangers. Em 7 de Maio de 2008 foi publicado o número 844 da Detective Comics, com capa de Dustin Nguyen, escrito pelo Paul Dini e desenhado pela dupla Nguyen e Dereck Fridolfs.

É obra!

11 comentários:

Bongop disse...

Eu não vou escrever muito... é mesmo uma grande obra !
Sempre preferi as estórias da DC, mas sempre achei os herois da marvel mais apelativos!
Tem dois herois que eu nunca gostei mito, por razões diferentes... Superman e Cap. America! Um para cada editora ! LoooL

looT disse...

Grande post Refém!!!

Também não percebo porque se esquecem sempre do Bill Finger ele que também ajudou a criar essa criatura fantástica que é o Joker.

Gostei muito de ler isto, aprender algumas coisas e relembrar outras.

Abraço

refemdabd disse...

Eu também sempre achei que as histórias da DC são mais maturadas. Mas tens muita razão, os personagens da Marvel são mais apelativos, talvez por serem, em geral, mais recentes na sua origem.

Não percebo bem, também, essa cena do Bill F. não ser referido quando se faz alusão ao Batman e outros personagens. De qualquer forma está inscrito na Comic Book Encyclopedia como co-criador do Batman; a DC também o reconhece como tal. Sabias que para além do Batman e Joker, também ajudou bastante a criar o Penguin, Catwoman e o Riddler (entre outros) e que escreveu a maioria das histórias Golden Age do Green Lantern?
Na San-Diego Comic-Con é atribuído um prémio com o nome dele (dois, aliás, um para artista vivo e outro póstumo); é um momento alto.

looT disse...

A DC tem o Batman que para mim é o herói mais apelativo de todos, mas de uma forma geral concordo com vocês no que toca à Marvel.
Onde a DC bate a Marvel aos pontos é na Vertigo.

Não foi o Bill Finger um grande impulsionador do Robin? Se sim então o seu nome é esquecido como castigo (estou obviamente a brincar :P)

Bongop disse...

"Em 7 de Maio de 2008 foi publicado o número 844 da Detective Comics"

Xiça, acho que isso dá 70 anos e 4 meses ................ se foi sempre mensal, claro!

kitt disse...

Pois ja viste se fosse editado no formato Fb,era a morte do "dinossauro" dos comics americanos e que deu nome a editora Bongop. :(
Mas a Action Comics não fica muito atras muito atras com o seu icone. :)
Espero que anbas ainda andem ai por muito muitos anos. :)

refemdabd disse...

Cá está o Kitt, que é sempre bem-vindo, e que não perde uma para atacar a BD F/B! Eu tenho uns álbuns de F/B da série Becassine, desde 1919(1ªs edições); ainda hoje são editados!

Bongop disse...

Credo... nem vale a pena responder...
Amigo Kitt... não gosta, não come!
Acho que deves ter um trauma qualquer que eu não sei qual é... Um dia destes tenho de te fazer uma regressão hipnótica para saber de onde tamanho azedume!

kitt disse...

lolo,Não era preciso ficarem assim,foi so uma "picadinha" entre amigos,tanto foi assim que nem desenvolvi o tema formato fb.
E Bongo concordo com o quem não gosta não come.

Bongop disse...

Então !?
Tamos a dormir!?
ehehehe
Sim... eu sei... esta é a chatice de manter um blog!

refemdabd disse...

ZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZ!!!! x-)